Fé e Política

Jornal A Gazeta traz em sua edição do dia 09 de fevereiro, página 25, matéria sobre “Fé e Política” e afirma “Evangélicos Rejeitam Atuar Como Bancada”. Partilho dessa opinião, pois desnecessário é a formação imposta, midiática de bancada, pois as ações conjuntas acontecem constantemente e são fruto de nossa convergência de princípios e valores, afinal, partilhamos da mesma fé. O que nos une é maior que as nossas diferenças partidárias. Fico feliz em ser considerado protagonista na defesa da família tradicional em plenário, bandeira de nosso mandato. Nesse objetivo, criamos a Frente Parlamentar em Defesa da Família na ALES. Encerro minha reflexão com a certeza que precisamos, a cada eleição, de mais cristãos na política e não políticos na igreja.

 

jornal

 

Deixe um Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>