Esmael homenageia pastores e pede ação das Igrejas contra leis absurdas

O deputado Esmael Almeida (PMDB), conclamou aos pastores e às diversas lideranças de diferentes denominações evangélicas, em sessão solene comemorativa ao Dia dos Pastores, quarta feira, 25, a resistirem a afronta ao povo evangélico dispensada por centenas de leis absurdas que tramitam no Congresso Nacional, que afrontam a banalizam a instituição familiar, pai, mãe e filhos. “A nossa missão é mostrar que acima dos direitos civis, está a vontade de Deus. Precisamos nos engajar espiritualmente e socialmente contra os ditadores que querem destruir os nossos direitos e nossos valores”, frisou o deputado sob aplausos do plenário.

As comemorações ao Dia do Pastor celebradas anualmente no segundo domingo de junho ocorreram por conta de requerimento dos deputados Gildevan Fernandes (PV) e Esmael Almeida (PMDB). Este é o sexto ano em que o Poder Legislativo presta homenagem aos pastores, outorgando-lhes título de Honra ao Mérito pelo trabalho evangelístico e social realizado à frente das suas Igrejas.

Coube ao deputado Gildevan abrir a fase dos discursos, não poupando críticas à imprensa que em seus noticiários diários tenta desqualificar os pastores, “ungidos do Senhor”. “São humanos, cometem falhas. Não compete a mim apontar dedos, porque a prestação de conta deles, mais que diante da igreja, é diante de Deus”. Na sua opinião, muitos que apontam dedos são os mesmos que estão a semear coisas ruins no mundo, observou.

O parlamentar discorreu também sobre temas polêmicos como o aborto, cujos projetos segundo ele fazem apologia à matança de inocentes. Chamou atenção para o fato de a Igreja e seus pastores de serem chamados de fundamentalista por pregarem as verdades bíblicas que contrariam esta postura secular.

Ao discursar, o deputado Esmael Almeida buscou em Nova Rosa da Penha, em Cariacica, exemplos da importância da presença da Igreja em meio à sociedade. Contou Esmael que as pesquisas apontavam Nova Rosa da Penha o bairro mais violento do País, mesmo com a participação de 120 policiais prestando segurança à população. Esmael afirmou que depois da chegada das Igrejas ao bairro, o perfil começou a mudar, sendo que nos dias atuais, apenas 15 militares fazem o trabalho da segurança isto porque os índices da violência caíram.

Esmael citou algumas propostas elaboradas na sua passagem pela Câmara Municipal de Vitória e, agora, na Assembleia Legislativa, cujo foco é a defesa da família. O Mês da Família, a Frente Parlamentar em Defesa da Família, o Espírito Santo sem Divórcio entre outros projetos de leis, conforme o parlamentar, serão instrumentos importantes no resgate da instituição familiar, conforme ela foi criada por Deus.

O Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH), que sugere a instituição da ideologia de gênero nas escolas, retira os nomes dos pais dos documentos, extingue as datas comemorativas em homenagem aos pais do calendário escolar e proíbe o ensino religioso nas escolas, são alguns pontos polêmicos citados por Esmael e que, segundo ele, devem ser avaliados pela sociedade e, principalmente pelos pais de alunos.

Durante as homenagens aos 40 pastores de diversas denominações evangélicas, o presidente da Associação dos Pastores Evangélicos de Vitória apóstolo Ozenir Correia, depois de discursar e chamar a atenção dos eleitores para a importância de votar em homens comprometidos com a Palavra de Deus, “à exemplo de Esmael”, homenageou o deputado Esmael Almeida com o título de “Amigo dos Pastores”, em reconhecimento aos serviços prestados na Assembleia Legislativa. “A igreja precisa acordar e não contribuir com a audiência televisiva que sustenta os manipuladores da opinião. Precisamos levar para os nossos púlpitos pregações que denunciem a degradação social que estão tentando impor sobre nós. Como Arautos de Deus, temos que enfrentar estas feridas sociais que atacam a igreja do Senhor e a sociedade de um modo geral”, afirmou o deputado Esmael ao receber a homenagem.

Deixe um Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>